Projeto

Texto
Compartilhar

Prevenção de Perdas Pós-Colheita

PERÍODO
Lançado em Novembro de 2011

 

OBJETIVO
O Instituto ADM de Perdas Pós-Colheita tem com objetivo servir de fonte de informação internacional e centro de tecnologia para a avaliação, criação e disseminação de tecnologias economicamente viáveis, práticas e sistemas que reduzam a perda pós-colheita em lavouras de alimentos básicos como milho, trigo e oleaginosas.

 

ÁREA DE ATUAÇÃO

Sistemas produtivos associados em baixas latitudes (trópicos), foco no Brasil e Índia:
- Sistemas de produção de grãos com mais de uma safra por ano;
- Gerenciamento de perdas;
- Investimento em qualidade;
- Gestão de armazenagem.
- Criar uma rede de difusão de informações gerenciais sobre a produção agrícola em Mato Grosso a partir da análise de indicadores de gestão de propriedades de associados à Aprosoja.


DESCRIÇÃO
O Instituto ADM de Prevenção de Perdas Pós-Colheita, apesar de ter sido fundado a partir de uma doação da ADM à Universidade de Illinois, tem ume gestão totalmente independente. Compõe a estrutura de governança do Instituto uma diretoria formada por professores da Universidade de Illinois e membros de empresas e organizações ligadas à agroindústria do Brasil, Índia e EUA.

Em parceria coma a Aprosoja o Instituto deve focar sua atuação em no Brasil no estado de Mato Grosso, onde serão desenvolvidos alguns trabalhos de pesquisa em perdas, qualidade e armazenagem de grãos em Mato Grosso sob as óticas, agronômicas e econômicas.
 

PARCEIROS
UFMT, Universidade Federal de Viçosa, ADM Institute for the Prevention of Postharvest Loss - postharvestinstitute.illinois.edu, e UNIVERSITY OF ILLINOIS AT URBANA-CHAMPAIGN - http://illinois.edu



CONTATOS

Cristiane Sassagima -  cristiane.neves@aprosoja.com.br

 

 



Veja Também