Releases

Texto
Compartilhar

Fortalecimento Institucional

Aprosoja apoia instituições que atendem pessoas com Síndrome de Down

Neste sábado (21.03) é o Dia Internacional da Síndrome de Down

20/03/2020

Pessoas com Síndrome de Down são atendidas diariamente pelo Programa Agrosolidário da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato (Aprosoja). São crianças, jovens e adultos atendidos por 13 associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs), que recebem periodicamente um complemento alimentar a base de soja, bem como orientação nutricional que auxiliam no crescimento e desenvolvimento deles. Neste sábado (21.03) é o Dia Internacional da Síndrome de Down, que traz o tema “Nós decidimos!” A data lembra a capacidade que essas pessoas têm em fazer suas próprias escolhas e seus direitos à inclusão e bem-estar social. 
                                              
Flora de Oliveira Kraemer (02 anos) possui Síndrome de Down e é aluna da Apae do município de Lucas do Rio Verde desde os dois meses de idade. A mãe, Solange de Oliveira conta que o suplemento alimentar disponibilizado pela Aprosoja é essencial na alimentação da filha.  “Em casa utilizamos pouco a soja na alimentação e agora sei que Flora está consumindo a bebida na escola. Creio que isso tem proporcionado a ela uma dieta equilibrada e saudável, porque a soja é muito benéfica à saúde. Flora cresce e se desenvolve dentro do esperado”, salientou. 
 
Bióloga, especialista em educação especial e escritora, Solange lembra que não foi fácil quando descobriu a Síndrome de Flora. “Mesmo tendo todo o suporte acadêmico, tive o momento de grande tristeza. Enfim busquei me informar e internalizar. E superei, fui atrás de atendimento para Flora e hoje ela é essa criança maravilhosa. Um cromossomo a mais do amor. Creio que essa data é muito especial e a favor da cidadania”, disse. 
 
Apae de Lucas do Rio Verde é uma das parcerias da Aprosoja Mato Grosso desde 2013. Conforme a diretora pedagógica, Elaine Prates, a instituição atende 200 alunos especiais, com idade entre zero e 60 anos, nas áreas de educação, saúde e assistência social, sendo 15% destes com Síndrome de Down. “Cerca de 80% dos alunos são carentes e a Apae sobrevive de doações, por isso esse apoio da Aprosoja é fundamental para a alimentação saudável e desenvolvimento das crianças. É um alimento rico em proteínas que oferecemos com leite no café da manhã. Só temos a agradecer”, pontuou a diretora. 
 
Outra instituição atendida pela Aprosoja, desde o ano passado, é a Apae de Ribeirão Cascalheiras. Conforme a diretora pedagógica, Vanuza Leite dos Santos, a instituição atende 40 alunos especiais, entre 12 e 72 anos de idade, e insere a bebida de soja para auxiliar na nutrição deles. 
 
“Esse apoio é muito importante. Atualmente estamos com maior aceitação por parte dos alunos e estamos buscando maneiras diferentes para servir a bebida de soja, a utilizando em vitaminas e bolos”, explanou.
 
A professora aposentada, Antônia de Paula Soares, é mãe do Iago Soares (27 anos) que possui Síndrome de Down. Ela comenta que o filho frequenta a Apae de Ribeirão Cascalheiras desde a criação e enaltece a parceria da Aprosoja com a instituição. “É muito importante esse apoio, pois essa bebida de soja contribui para uma alimentação mais saudável não só para o meu filho, que está lá desde criança, quanto para os outros alunos, a proteína ajuda eles se desenvolverem melhor”, destacou Antônia.
 
Diretor administrativo da Aprosoja Mato Grosso, Lucas Costa Beber, lembrou que colaborar com o crescimento e desenvolvimento de pessoas excepcionais é um dos objetivos do Agrosolidário. Além disso, lembrou que as pessoas com Síndrome de Down precisam de oportunidades, respeito e carinho.
“É justamente ao encontro dessa premissa, que nós produtores de soja e milho de Mato Grosso, associados à Aprosoja, trabalhamos para ajudar com muito orgulho entidades que atendem essas pessoas. São pessoas capazes de tudo, temos exemplo de sucesso em todas as áreas, seja no esporte, na cultura ou na educação, elas se sobressaem. Só precisam de incentivo, respeito e oportunidade. É um orgulho para entidade poder contribuir com desenvolvimento dessas pessoas”, pontua. 

Agrosolidário - Desde 2009, o projeto apoia e ajuda instituições e projetos importantes como creches, asilos, hospitais, entidades filantrópicas, APAEs, Hospital de Câncer e Projeto Flauta Mágica. Para se ter uma ideia, somente ano passado foram mais de 22 mil atendimentos do Agrosolidário em 89 instituições distribuídas em 36 municípios. Atualmente são 90 instituições beneficiadas com distribuição de bebida de soja em seus mais variados sabores, orientação nutricional e ajuda financeira.
 
Síndrome de Down - É causada pela presença de três cromossomos 21 na maior parte das células de um indivíduo. Isso ocorre na hora da concepção de uma criança. As pessoas com síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em suas células em vez de 46, como a maior parte da população.
 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Veja Também