Releases

Texto
Compartilhar

Defesa Agrícola

Classificador Legal produziu 1800 laudos de classificação de grãos em MT

Programa da Aprosoja visa esclarecer dúvidas sobre classificação entre produtores e tradings

Felipe Barros

13/11/2018

A classificação é sempre um ponto sensível na hora da comercialização das safras de grãos. Para tentar diminuir as divergências entre produtores rurais e tradings, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) criou, em 2017, o programa Classificador Legal.

São seis classificadores de grãos, homologados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que atendem aos produtores rurais que necessitam de auxílio na hora da venda de seus produtos. 

Em 2018, já foram produzidos 1800 laudos pelos classificadores. Ou seja, eles foram acionados pelos agricultores que tiveram dúvidas e forneceram documento sobre a classificação. Para facilitar o trabalho, os profissionais começarão a usar um aplicativo.

“O aplicativo substitui a planilha em papel, fazendo com que todos os dados sejam digitais, evitando erro humano na hora de imputar os dados. Além disso, estes dados vão diretamente para nosso banco na Aprosoja”, explica Daniel Pasculli, gerente de Defesa Agrícola da Aprosoja.

Os atendimentos durante a safra de soja 2017/18 concentraram-se na região Norte (58%), seguido da região Oeste (17%), Leste (14%) e Sul (11%). Já na safra de milho, as demandas de classificação foram a maioria na região Norte (80%), seguido de Sul (9%), Leste (6%) e Oeste (5%).

Durante o ano, foram realizados treinamentos sobre classificação de grãos para os colaboradores da Aprosoja e também para colaboradores das propriedades rurais em Sorriso. Qualquer produtor rural pode acionar o classificador de grãos de sua região. Basta entrar em contato com o Núcleo da Aprosoja de seu município.

 

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Veja Também