Releases

Texto
Compartilhar

Política Agrícola

Conab já pagou quase R$ 250 mi referentes a contratos de opção de milho

Nos contratos de Pepro, já foram analisados 83 processos em Mato Grosso

17/11/2017

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está pagando os prêmios para os leilões de milho que foram realizados de maio a outubro na região Centro Oeste. Em Mato Grosso, a companhia pagou R$ 247.929.739,18 referentes aos contratos de opção (COV), o que corresponde a 33,6% negociado em todos os leilões.

 

“Os leilões garantiram aos produtores o recebimento do preço mínimo de R$ 16,50 por saca. Se o governo federal não tivesse acionado este mecanismo, o preço de venda do produto no estado seria entre R$ 10 e 13 por saca, o que daria prejuízo ao agricultor”, explica Frederico Azevedo, gerente de Política Agrícola da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja).

 

Do volume de 30,4 milhões de toneladas de milho produzidas em Mato Grosso, 9 milhões tiveram o suporte dos programas e comercialização. Em relação ao Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro), foram negociados 3.885 contratos e protocolados, até o momento, 83 processos para recebimento.

 

“A Conab vai dar prioridade aos contratos de opção e, na sequência, aos contratos de Pepro e PEP”, diz Azevedo.

 

Documentação – Os agricultores que comercializaram milho por meio dos leilões da Conab devem prestar atenção a alguns requisitos para receber. Preencher o cadastro no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican). Para saber como preencher, clique aqui.

É preciso também atentar à entrega dos documentos que precisam ser enviados via sistema INDF Externo. Clique aqui para ver o fluxograma e aqui para o check list do Pepro.

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Veja Também