Releases

Texto
Compartilhar

Estagiários do Agro do Futuro recebem treinamento

Programa de estágio da Aprosoja foi reformulado e alunos auxiliarão no manejo e gestão da propriedade

Ascom Aprosoja

31/08/2017

Os 11 selecionados para o programa de estágio da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), o Agro do Futuro, participam de treinamento ao longo desta semana com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) de Sinop e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT). 
 
Pela Embrapa, três grandes temas foram abordados: plantas daninhas, doenças e entomologia (insetos). Na segunda-feira (28), a pesquisadora Dulândula Wruck falou sobre doenças e fungicidas. Na terça-feira (30), foi a vez do pesquisador Rafael Pitta falar sobre pragas e inseticidas e da pesquisadora Fernanda Ikeda palestrar sobre plantas daninhas e herbicidas. 
 
Formato utilizado pela primeira vez no programa de estágio, o treinamento de uma semana com os alunos tem o objetivo de disseminar os protocolos de pesquisa seguindo os padrões oficiais da Embrapa. “É uma via de mão dupla. Os acadêmicos aprendem aqui e colocam tudo em prática no campo, podendo contribuir com pesquisas nessas três grandes áreas, que auxiliarão a agricultura em Mato Grosso de forma geral”, explica a analista de Pesquisa e Gestão de Propriedades da Aprosoja, Chantal Gabardo. 
 
Para a estudante Nielsen Moreira Oliveira, 23 anos, que veio do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), em Minas Gerais, o estágio será uma oportunidade de entender um pouco mais da cultura da soja, já que a permanência do acadêmico no Agro do Futuro vai do plantio até a colheita do grão. “A minha região produz bastante milho, café e tomate. Vir para Mato Grosso, maior produtor de soja do Brasil, é, para mim, sair da minha zona de conforto, o que fará com que eu lide com situações diferentes e aprenda mais”, diz. 
 
Estudante da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), João Pedro Kroling, 22 anos, participou por dois anos do “Futuros Produtores do Brasil”. Da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), o programa é voltado para jovens filhos de produtores rurais. A expectativa quanto ao Agro do Futuro, segundo ele, é diferente. 
 
“Nós vemos ao longo dos anos na universidade muita teoria, muito conteúdo, e essa oportunidade é única. O programa de estágio é o momento em que podemos unir teoria e prática. Além disso, podemos ver como funciona a tomada de decisões do agricultor que não dependem unicamente da gente, como quando são influenciadas pelo clima. Na fazenda, vamos poder complementar com ideias e sugestões e aprender com quem já sabe”, afirma João Pedro. 
 
O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) também é um dos parceiros da Aprosoja no treinamento dos estagiários.
 
Na quarta-feira (30), a oficina realizada foi sobre relacionamento interpessoal e, na quinta-feira (31), os estudantes aprenderão sobre qualidade de vida, assunto tratado dentro da Norma Regulamentadora número 31. 
 
Na sexta-feira (1º), o treinamento será encerrado com a apresentação dos principais projetos da Aprosoja, como o programa de melhoria contínua nas propriedades rurais, o Soja Plus, e o Referência, projeto criado com foco na gestão financeira das fazendas. 
 
Os acadêmicos também receberão treinamento sobre o Geocloud, programa de georreferenciamento da associação. Ao final, eles farão uma prova para avaliar o conhecimento adquirido ao longo desta semana. 
 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Veja Também